diHITT - Notícias O Reino dos Bichos: Dezembro 2010 BlogBlogs.Com.Br

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Fazenda de Borboletas ou Borboletário.


Você já ouviu falar de fazenda de borboletas?
Não?
Numa fazenda de borboletas são criadas borboletas de várias espécies e cores.
Mas para este negócio dar certo é preciso muito esforço e dedicação,visto que o cuidado tem de ser continuo para manter afastados os predadores naturais.
Pássaros,insetos e aranhas.


Uma fazenda de borboletas é empreendimento comercial de grande valor ecológico,pois ajuda a preservas diversas espécies de borboletas.
Se você pensa que isso é uma novidade,esta completamente enganado.
Os precursores deste mercado foram os chineses que criavam mariposas com o objetivo de usá-las na sericicultura( é a parte da zootecnia especial que trata do estudo e da criação do bicho-da-seda ).
Conta-se que segundo a lenda na China, a Imperatriz Xi Ling-Shi (mandarin : 嫘祖, pinyin : Léi Zǔ) estava passeando quando avistou um pequena lagarta. Curiosa, tocou-a. E, de repente, percebeu que um finíssimo fio se destacara do animal e, alongando-se (delicada, mas resistentemente) manteve-se preso ao seu dedo. Docemente, a Imperatriz enrolou o fio e quando mais enrolava mais este se alongava. Notou, também, que produzia uma sensação morna muito agradável. Quando já havia se formado um significante novelo avistou um pequeno casulo e, logo, concluiu era ali que se produzira o fio. Feliz com a descoberta divulgou-a entusiasticamente.
A técnica da demanda por borboletas é bem mais recente.
Alguns talvez nunca tenham ouvido falar do jardim de borboletas da Ilha de Guernsey,cuja experiência consistia em reproduzir exatamente uma floresta tropical,com borboletas de diversas cores e desenhos.
Para que esta experiência desse certo era preciso transportar para a Inglaterra borboletas trazidas dos trópicos,missão esta muito difícil pois muitas espécies vivem apenas duas semanas.
Surgiu então a criação comercial de borboletas.
Enquanto o Sudeste Asiático foi a primeira região a iniciar a criação de borboletas para a exibição, as borboletas da América Latina começaram a ultrapassar os seus homólogos do Leste na popularidade devido à alta qualidade dos produtores de pupas da região e da beleza das borboletas.
A vista de um borboletário é fascinante,são centenas de borboletas voando,se exibindo com suas cores e graça.

Na natureza, o índice de sobrevivência é de 10%. Em cativeiro este índice, chega a 85%. Como as fêmeas têm que ser soltas, aumenta-se o número de borboletas na natureza.
O cuidado começa ja na hora de escolher o tipo certo de plantas para a reprodução e desenvolvimento das borboletas.São várias plantas hospedeiras onde as borboletas depositam seus ovos.
As adultas se alimentam de plantas produtoras de nectar,portanto é muito importante ter uma grande variedade de plantas hospedeiras.
Uma fêmea deposita 100 ovos por vez e tem predileção por uma planta,além de escolher um local especifico nesta mesma planta.
Todos os dias são feitas as checagens para ver se as lagartas já saíram.
A lagarta ao nascer esta faminta e começa a comer a própria casca do ovo.
Um item muito importante e escencial para a sobrevivencia nos berçarios é a limpeza.
Ela evita a disseminação de doenças.
O estágio entre as mudas é conhecido como instar.

 
No quinto e ultimo instar as lagartas ficam penduradas num galho,ramo ou teto da caixa,tentando sair da pele na qual estão envolvidas(envoltório duro)conhecida como pupa ou crisálida.
Neste momento as atenções são redobradas.





As pupas precisam ser coletadas diariamente,pois de outra forma não há como determinar sua idade.
Estas pupas coletadas são cuidadosamente colocadas em caixas de papelão entra camadas de algodão.
Após a coleta o prazo é de 10 dias para a sua exportação.
Passando este prazo as borboletas eclodem e se isso acontecer durante o transporte elas morrem.
Portanto o prazo tem de ser cuidadosamente respeitado.
São instituições no mundo inteiro que recorrem a estas fazendas de borboletas.
Fazendas como estas podem ser encontradas em diversas partes do mundo,lugares como: El Salvador,EUA,Filipinas,Madagascar,Taiwan,Costa Rica,Brasil,etc..
A criação de borboletas em fazendas como estas, tem portanto a sua importância ecológica para a preservação de muitas espécies ameaçadas.




Atenção


No Brasil o comércio ilegal destes animais tem levado algumas espécies a extinção.
A legalização criou um mercado negro, porque os borboletários não suprem a demanda. Os comerciantes continuam comprando borboletas ilegais, especialmente as ameaçadas de extinção, que são as mais raras.
No Rio Grande do Sul e no Paraná,  crianças recebem até R$ 2 por exemplar capturado, dependendo da espécie. No Amazonas, algumas custam até US$ 400.
A lei brasileira no entanto parece estar sendo determinante em alguns aspectos, como por exemplo: apenas borboletas que não estejam ameaçadas de extinção podem ser criadas em cativeiro, ou seja, as mais raras, tão desejadas pelos colecionadores, estão fora dos borboletários.
O que prejudica e muito na sua reposição a natureza.

Obs: No Canadá  milhares de borboletas do Brasil são ultilizadas para produzir quadros com mensagens de felicidades. 
Uma atitude consciente pode fazer muita diferença.
Mas os órgãos competentes tem de providenciar uma fiscalização mais adequada e constante.
Continue Reading...

Passando por um site não pude deixar de notar e apoiar....Apoie você também. " Denuncie os maus tratos a animais"



Maus-Tratos contra animais é um crime sério e é muito comum no nosso país por isso denunciem...
Gandi disse uma vez.."A grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo que seus animais são tratados"


Caso você veja ou saiba de maus-tratos cometidos contra qualquer tipo de animal, não pense duas vezes: vá a delegacia de polícia mais próxima para lavrar boletim de ocorrência ou, se preferir, compareça ao Fórum para orientar-se com o Promotor de Justiça (Promotoria de Justiça do Meio-Ambiente em SP: [11] 3119-9524). A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605 de 1998 (Lei de Crimes Ambientais). É importante levar com você uma cópia do número da Lei (no caso, a 9.605/98) e do Art. 32 porque, em geral, as autoridades policiais nem tem conhecimento dessa lei. Leve também o Art. 319 do Código Penal, caso  a autoridade se recuse a abrir o Boletim de Ocorrência. Afinal de contas estamos no Brasil, e se os próprios cidadãos deste País sofrem com o descaso de muitas autoridades, imagine os animais! Eis o texto da Lei:
"Artigo 32 da Lei Federal nº. 9.605/98
È considerado crime praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, doméstico ou domesticados, nativos ou exóticos.
Pena - Detenção de 3 (três) meses a 1 (um) ano e multa.
Parágrafo 1°. - Incorre nas mesmas Penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animais vivos, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.
Parágrafo 2°. - A Pena é aumentada de 1 (um) terço a 1(um) sexto, se ocorrer a morte do(s) animal(s)."
Os atos de maus-tratos e crueldades mais comuns são:
  • abandono;
  • manter animal preso por muito tempo sem comida e contato com seus donos/responsáveis;
  • deixar animal em lugar impróprio e anti-higiênico;
  • envenenamento;
  • agressão física, covarde e exagerada;
  • mutilação;
  • utilizar animal em shows, apresentações ou trabalho que possa lhe causar pânico e sofrimento;
  • não procurar um veterinário se o animal estiver doente;
Isto serve para os animais domésticos mais comuns como cães, gatos e pássaros, também cavalos usados em trabalho de tração (aquelas carroças muito comuns nas ruas de grandes cidades), além de animais criados e domesticados em sítios, chácaras e fazendas. Animais silvestres estão inclusos nessa Lei, possuindo também Leis e Portarias próprias criadas pelo IBAMA.
Assim que o Policial ou Escrivão ouvir seu relato sobre o crime, a ele cabe cumprir a instauração de inquérito policial. Se ele se negar a fazê-lo, sob qualquer motivo, lembre-o que ele pode ser responsabilizado por crime de prevaricação e negligência, previsto no Art. 319 do Código Penal que diz: "È crime retardar ou deixar de praticar indevidamente ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa da lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal." Exija falar com o Delegado responsável, que tem o dever de lhe atender e de fazer cumprir a Lei. Faça valer seus direitos e o daqueles que não podem falar e sofrem em silêncio!
Caso ainda assim não consiga atendimento satisfatório, denuncie! Denúncia ao Ministério Publico - SP Tel.: (11) 6955-4352. Para tanto, anote o nome e a patente de quem o atendeu, o endereço e número da delegacia, o horário, data e faça um relato em duas vias, pedindo para protocolar uma delas. Se você estiver acompanhado de alguém, este poderá ser sua prova testemunhal para o encaminhamento de queixa ao MP.
Tudo o que você conseguir como fatos e provas devem ser anexados junto à ocorrência para auxiliar no seu B.O.: relatos de testemunhas, fotografias, laudo veterinário, placa do carro que abandonou o animal, etc.
Uma questão muito comum: " - Tenho medo de denunciar pois isso poderá causar problemas para mim e para as testemunhas, como ameaças, agressões, etc". Sobre isso, leia abaixo:
Você não será o autor do processo judicial que porventura seja aberto a pedido do delegado.
 Preste atenção: o Decreto 24.645/34 diz, em seu artigo 1° e 2º (parágrafo 3°):
  1. "Todos os animais existentes no País são tutelados pelo Estado";
  2. "Os animais serão assistidos em juízo pelos representantes do Ministério Publico, seus substitutos legais e pelos membros das Sociedades Protetoras dos Animais"
Portanto,  na verdade, não é você quem estará abrindo um processo judicial e sim o Estado. Uma vez concluído o inquérito para apuração do crime, o Delegado o encaminhará ao Juízo para abertura de ação, onde o Autor será o Estado.
Em São Paulo você também poderá fazer sua denúncia pela Internet. A Prefeitura mantém um site específico http://sac.prodam.sp.gov.br/ em cuja página você irá encontram um cadastro de solicitações com um menu de opções. Procure pela palavra "Animais" e clique em "OK". Você encontrará um novo menu com a especificação do assunto. Escolha entre as opções: "Criação inadequada de caes/gatos (s/higiene, excesso de animais)", ou "Maus tratos a animais (caes,gatos e cavalos)". Em outros Estados, procure na Internet pelo site oficial de sua Prefeitura que, em muitos casos, também possui serviço semelhante.
Se o crime for contra Animais Silvestres (que são todos aqueles animais pertencentes às espécies nativas, migratórias, aquáticas ou terrestres, que tenham a sua vida ou parte dela ocorrendo naturalmente dentro dos limites do Território Brasileiro e suas águas jurisdicionais), além de serem normalmente protegidos pela Lei 9.605/98 descrita acima, ainda podem ser denunciados à Polícia Florestal (onde houver) e ao IBAMA no "Linha Verde", Tel.: 0800-618080 (ligação gratuita). Lembrando que Animais Silvestres possuem Leis e Portarias específicas previstas na Constituição e no Código Penal. Se você tiver acesso a Internet, pode visitar o site http://www.renctas.org.br/ e fazer a denúncia através do e-mail: renctas@renctas.org.br Em São Paulo você também pode entrar em contato com o DEPAV (11) 3885-6669.
Dica importante: Você sabia que as Associações de Bairro representam uma força associativa que pode provocar as autoridades na tomada de atitudes concretas em prol da comunidade? Com o advento da Lei 7.347 de 24/07/1985, essas associações, qualificadas como entidades de função pública, podem ingressar até mesmo com mandados de segurança (conforme Constituição Federal, Art. 5º LXX "b") e a Fauna é considerada como um patrimônio público. Portanto, se o seu bairro estiver organizado em uma Associação, procure-a e peça que alguém o acompanhe até a delegacia ou ao fórum mais próximo.

"Olhe no fundo dos olhos de um animal e, por um momento, troque de lugar com ele. A vida dele se tornará tão preciosa quanto a sua e você se tornará tão vulnerável quanto ele. Agora sorria, se você acredita que todos os animais merecem nosso respeito e nossa proteção, pois em determinado ponto eles são nós e nós somos eles." --Philip Ochoa
Continue Reading...

Passando por um site não pude deixar de notar e apoiar....



Maus-Tratos contra animais é um crime sério e é muito comum no nosso país por isso denunciem...
Gandi disse uma vez.."A grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo que seus animais são tratados"


Caso você veja ou saiba de maus-tratos cometidos contra qualquer tipo de animal, não pense duas vezes: vá a delegacia de polícia mais próxima para lavrar boletim de ocorrência ou, se preferir, compareça ao Fórum para orientar-se com o Promotor de Justiça (Promotoria de Justiça do Meio-Ambiente em SP: [11] 3119-9524). A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605 de 1998 (Lei de Crimes Ambientais). É importante levar com você uma cópia do número da Lei (no caso, a 9.605/98) e do Art. 32 porque, em geral, as autoridades policiais nem tem conhecimento dessa lei. Leve também o Art. 319 do Código Penal, caso  a autoridade se recuse a abrir o Boletim de Ocorrência. Afinal de contas estamos no Brasil, e se os próprios cidadãos deste País sofrem com o descaso de muitas autoridades, imagine os animais! Eis o texto da Lei:
"Artigo 32 da Lei Federal nº. 9.605/98
È considerado crime praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, doméstico ou domesticados, nativos ou exóticos.
Pena - Detenção de 3 (três) meses a 1 (um) ano e multa.
Parágrafo 1°. - Incorre nas mesmas Penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animais vivos, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.
Parágrafo 2°. - A Pena é aumentada de 1 (um) terço a 1(um) sexto, se ocorrer a morte do(s) animal(s)."
Os atos de maus-tratos e crueldades mais comuns são:
  • abandono;
  • manter animal preso por muito tempo sem comida e contato com seus donos/responsáveis;
  • deixar animal em lugar impróprio e anti-higiênico;
  • envenenamento;
  • agressão física, covarde e exagerada;
  • mutilação;
  • utilizar animal em shows, apresentações ou trabalho que possa lhe causar pânico e sofrimento;
  • não procurar um veterinário se o animal estiver doente;
Isto serve para os animais domésticos mais comuns como cães, gatos e pássaros, também cavalos usados em trabalho de tração (aquelas carroças muito comuns nas ruas de grandes cidades), além de animais criados e domesticados em sítios, chácaras e fazendas. Animais silvestres estão inclusos nessa Lei, possuindo também Leis e Portarias próprias criadas pelo IBAMA.
Assim que o Policial ou Escrivão ouvir seu relato sobre o crime, a ele cabe cumprir a instauração de inquérito policial. Se ele se negar a fazê-lo, sob qualquer motivo, lembre-o que ele pode ser responsabilizado por crime de prevaricação e negligência, previsto no Art. 319 do Código Penal que diz: "È crime retardar ou deixar de praticar indevidamente ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa da lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal." Exija falar com o Delegado responsável, que tem o dever de lhe atender e de fazer cumprir a Lei. Faça valer seus direitos e o daqueles que não podem falar e sofrem em silêncio!
Caso ainda assim não consiga atendimento satisfatório, denuncie! Denúncia ao Ministério Publico - SP Tel.: (11) 6955-4352. Para tanto, anote o nome e a patente de quem o atendeu, o endereço e número da delegacia, o horário, data e faça um relato em duas vias, pedindo para protocolar uma delas. Se você estiver acompanhado de alguém, este poderá ser sua prova testemunhal para o encaminhamento de queixa ao MP.
Tudo o que você conseguir como fatos e provas devem ser anexados junto à ocorrência para auxiliar no seu B.O.: relatos de testemunhas, fotografias, laudo veterinário, placa do carro que abandonou o animal, etc.
Uma questão muito comum: " - Tenho medo de denunciar pois isso poderá causar problemas para mim e para as testemunhas, como ameaças, agressões, etc". Sobre isso, leia abaixo:
Você não será o autor do processo judicial que porventura seja aberto a pedido do delegado.
 Preste atenção: o Decreto 24.645/34 diz, em seu artigo 1° e 2º (parágrafo 3°):
  1. "Todos os animais existentes no País são tutelados pelo Estado";
  2. "Os animais serão assistidos em juízo pelos representantes do Ministério Publico, seus substitutos legais e pelos membros das Sociedades Protetoras dos Animais"
Portanto,  na verdade, não é você quem estará abrindo um processo judicial e sim o Estado. Uma vez concluído o inquérito para apuração do crime, o Delegado o encaminhará ao Juízo para abertura de ação, onde o Autor será o Estado.
Em São Paulo você também poderá fazer sua denúncia pela Internet. A Prefeitura mantém um site específico http://sac.prodam.sp.gov.br/ em cuja página você irá encontram um cadastro de solicitações com um menu de opções. Procure pela palavra "Animais" e clique em "OK". Você encontrará um novo menu com a especificação do assunto. Escolha entre as opções: "Criação inadequada de caes/gatos (s/higiene, excesso de animais)", ou "Maus tratos a animais (caes,gatos e cavalos)". Em outros Estados, procure na Internet pelo site oficial de sua Prefeitura que, em muitos casos, também possui serviço semelhante.
Se o crime for contra Animais Silvestres (que são todos aqueles animais pertencentes às espécies nativas, migratórias, aquáticas ou terrestres, que tenham a sua vida ou parte dela ocorrendo naturalmente dentro dos limites do Território Brasileiro e suas águas jurisdicionais), além de serem normalmente protegidos pela Lei 9.605/98 descrita acima, ainda podem ser denunciados à Polícia Florestal (onde houver) e ao IBAMA no "Linha Verde", Tel.: 0800-618080 (ligação gratuita). Lembrando que Animais Silvestres possuem Leis e Portarias específicas previstas na Constituição e no Código Penal. Se você tiver acesso a Internet, pode visitar o site http://www.renctas.org.br/ e fazer a denúncia através do e-mail: renctas@renctas.org.br Em São Paulo você também pode entrar em contato com o DEPAV (11) 3885-6669.
Dica importante: Você sabia que as Associações de Bairro representam uma força associativa que pode provocar as autoridades na tomada de atitudes concretas em prol da comunidade? Com o advento da Lei 7.347 de 24/07/1985, essas associações, qualificadas como entidades de função pública, podem ingressar até mesmo com mandados de segurança (conforme Constituição Federal, Art. 5º LXX "b") e a Fauna é considerada como um patrimônio público. Portanto, se o seu bairro estiver organizado em uma Associação, procure-a e peça que alguém o acompanhe até a delegacia ou ao fórum mais próximo.

"Olhe no fundo dos olhos de um animal e, por um momento, troque de lugar com ele. A vida dele se tornará tão preciosa quanto a sua e você se tornará tão vulnerável quanto ele. Agora sorria, se você acredita que todos os animais merecem nosso respeito e nossa proteção, pois em determinado ponto eles são nós e nós somos eles." --Philip Ochoa
Continue Reading...

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Um ano juntos....Seu blog animal agradece aos leitores e amigos....Com Uma letra do Marillion...

O mundo é belo....Depende de nós apenas preservá lo

Todos os dias pensamos no tipo de mensagem boa o bastante para passar a vocês nossos leitores.
Completamos um ano juntos.
Um ano lutando,sorrindo,pulando,correndo e as vezes até mesmo chorando.
Nossa! como passa depressa 365 dias.
Notou?
Eu falei 365 dias...você lembra das coisas que fez neste tempo?
Coisas que façam sentido pra você,que são importantes e que fazem encarar aquele cara.
Eu estou falando daquele em frente ao espelho.
Vivemos um dia após o outro.
São tantos problemas enfrentados,tantas crises suportadas.
Você já se sentiu só mesmo estando acompanhado?
Sim,todos passamos por esta fase.
A beleza que esta ali do nosso lado,toda vez que abrimos os olhos deveria ser o suficiente para dar sentido a tudo.
Deveria e pode....
Só depende da forma que observamos o mundo a nossa volta.
Todos estamos ligados de alguma forma,pois para o mundo funcionar como um todo,cada ser neste planeta tem a sua parcela de responsabilidade,tem o seu porque.
Todos somos importantes para o todo.
Imagine-se como uma formiga num imenso formigueiro chamado terra.
O que estou tentando dizer é que todos sem exceção somos importantes para o funcionamento e a sobrevivência da vida.
Uma pergunta simples pra você.
365 dias neste ano,você algum dia sequer falou com seu vizinho?
Você conhece o segurança da sua rua?
O porteiro do seu prédio?
Você alguma vez sequer falou bom dia,para alguma destas pessoas?
Será que lembrar de alguém só é válido em época de natal,fim de ano?
Somos parte da natureza,esta mesma natureza que nos dá o ar todos os dias,nos dá água todos os dias,nos dá alimento todos os dias,não importando a época do ano e sabe o por que?
Por que ela não faz distinção,por que ela sabe que apenas míseros minutos sem ar exterminaria toda a vida no planeta.
Este mesmo planeta que maltratamos,todos os dias.
Mas aqui estamos nós,fortes,desbravadores do universo,seres humanos,espécie dominante.
Somos os donos da terra.

O que quisermos fazer, faremos,não é mesmo?
Certo?
Errado!
Estamos no topo da cadeia alimentar,mas não estamos certos.
Estamos destruindo o que nos faz importantes aqui.
Nós mesmos!
Então que tal mudarmos?
Alguns merecem o parabéns este ano e nos anteriores,outros mudaram,sim mudaram pra melhor ou pelos menos estão tentando,mas os que estão errados ainda podem passar para o lado certo.
Fizemos progressos importantes e podemos continuar fazendo.
Mas todos os dias tem de ser iguais,com a mesma importância.
Escolhemos hoje não postar uma matéria chocante,mas uma letra de musica para passar uma mensagem.
A banda escolhida foi Marillion do álbum de 1995.
Espero que gostem e reflitam um pouco,pois a beleza pode estar do nosso lado,nós é que as vezes não enxergamos.
Obrigado Gente por um ano aqui do nosso lado,transformando as pedras do caminho em belas paisagens.
A musica:

Beautiful



Everybody knows that we live in a world 
Todo mundo sabe que vivemos em um mundo
where they give bad names to beautiful things 
Onde se dão nomes feios a coisas bonitas
Everybody knows that we live in a world 
Todo mundo sabe que vivemos em um mundo
where we don't give beautiful things a second glance 
Onde não se dá às coisas bonitas um segundo olhar
Heaven only knows that we live in a world 
Só o céu sabe que vivemos em um mundo
where what we call beautiful is just something on sale 
Onde o que chamamos de bonito é apenas algo que está em liquidação
People laughing behind their hands 
Pessoas tapando o riso com as mãos
while the fragile and the sensitive are given no chance 
Enquanto os mais frágeis e sensíveis não têm uma segunda chance
 

And the leaves turn from red to brown 
E as folhas (das árvores) vermelhas se tornam marrons
To be trodden down 
Para se desmancharem
To be trodden down 
Para se desmancharem
And the leaves turn from red to brown 
E as folhas vermelhas se tornam marrons
Fall to the ground 
Caem no chão
Fall to the ground 
Caem no chão
 

We don't have to live in a world 
Nós não temos que viver em um mundo
where we give bad names to beautiful things 
Onde se dá nomes feios a coisas bonitas
We should live in a beautiful world 
Nós deveríamos viver em um mundo bonito
We should give beautiful a second chence 
Nós deveríamos dar à beleza uma segunda chance
 

And the leaves fall from red to brown 
E as folhas vermelhas se tornam marrons
To be trodden down 
Para se desmancharem
To be trodden down 
Para se desmancharem
And the leaves turn green to red to brown 
E as folhas vermelhas se tornam marrons
Fall to the ground 
Caem no chão
And get kicked around 
E são chutadas
 

You strong enough to be.. 
Você é forte o bastante para ser...?
Have you the faith to be.. 
Vocë tem fé suficiente para ser...?
Have you the courage to be.. 
Você tem coragem de ser...?
Honest enough to say.. 
É honesto o suficiente para dizer...?
Don't have to be the same.. 
Náo precisa ser igual...
Don't have to be this way 
Náo precisa ser desse jeito
C'mon and sign your name 
Vamos lá, inscreva seu nome
You wild enough to remain beautiful? 
Você é louco o suficiente para permanecer bonito?
Beautiful 
Bonito
Continue Reading...

sábado, 18 de dezembro de 2010

Lugares maravilhosos....lindas paisagens....

A ponte suspensa mais alta e mais longa da Europa indo para glaciar de Trift

  
Angola
  
Plitvicka Jezera National Park, na Croácia.
Plitvicka Jezera National Park, na Croácia 2

Plitvicka Jezera National Park, na Croácia 3
El Chaltén Argentina
Pedra da Sapata Fernando de Noronha-Brasil

Grand Canyon
Tahiti
Yellowstone
Ilha Bela -SP Brasil

Ilha Bela-SP Brasil
Continue Reading...

Novo alerta sobre a água....Juntos podemos fazer a diferença!

                                      A água é um bem de todos,cuide para que não falte!

Mais uma vez aqui no nosso blog animal vamos falar sobre a questão da água no planeta.
Água tão valiosa e de vital importância para a vida de todos os seres da terra.
Agora vamos entrar numa pesquisa feita pela ONU  em 2009 na qual o ideal seria diminuir em 40% o consumo atual de casas e condomínios.
O que é assustador é que mesmo em São Paulo um dos centros urbanos mais sofisticados do mundo,os edifícios construídos para o novo século não contam com nenhuma infra-estrutura capaz de dosar o desperdício de água.
Você sabia que uma família de quatro pessoas chega a consumir 800 litros de água diariamente?
O ideal seria 480 litros ou seja 320 litros menos.
Com medidas simples é possível economizar quantia substancial no consumo de água e com isso reduzir o valor de sua conta, ao final do mês, além de contribuir com o meio ambiente.
Segundo  os técnicos do SAAE ( Serviço Autônomo de Água e Esgotos), os principais vilões no consumo excessivo de água são os vazamentos (muitas vezes internos e invisíveis), vasos sanitários, torneiras que muitas vezes respingam o dia todo, problemas na boia da caixa d´água, caixas de descarga nos banheiros, etc.
Muitos podem até achar besteira,dizendo: "Imagine,água acabar? O planeta é praticamente só água! Somos o planeta azul,lembra?


Pois de acordo com as pesquisas da própria ONU estamos prestes a enfrentar uma crise mundial no abastecimento de água, pois apesar da enorme quantidade de água disponível no planeta é potável.
Vinte e nove países já têm problemas com a falta d'água e o quadro tende a piorar. Uma projeção feita pelos cientistas indica que no ano de 2025, dois de três habitantes do planeta serão afetados de alguma forma pela escassez - vão passar sede ou estarão sujeitos a doenças como cólera e amebíase, provocadas pela má qualidade da água. É uma crise sem precedentes na história da humanidade. Em escala mundial, nunca houve problema semelhante.

Você....digo você ai sentado lendo esta matéria,sabe que a ONU tem um documento intitulado: Os Direitos da Água?
Pois se não sabia de uma lida em uma parte do Doc.

Os Direitos da Água

A ONU redigiu um documento intitulado Declaração Universal dos Direitos da Água. Logo abaixo, você vai ler os seus principais tópicos:


  1. A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: é rara e dispendiosa e pode escassear em qualquer região do mundo.
  2. A utilização da água implica respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza.
  3. O equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.
  4. Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade e precaução.
  5. A água não é somente herança de nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo a nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como a obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.
  6. A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável pela água da Terra.
  7. A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.
  8. A água é a seiva de nosso planeta. Ela é condição essencial de vida de todo vegetal, animal ou ser humano. Dela dependem a atmosfera, o clima, a vegetação e a agricultura.
  9. O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.
  10. A gestão da água impõe um equilíbrio entre a sua proteção e as necessidades econômica, sanitária e social.

 Alerta Mundial

A humanidade poderá presenciar no terceiro milênio uma nova modalidade de guerra: a batalha pela água. Um relatório do Banco Mundial de 1995 já anunciava que as guerras do próximo século serão motivadas pela disputa de água, diferentemente dos conflitos do século XX, marcados por questões políticas ou pela disputa do petróleo. Uma prévia do que pode ocorrer num futuro próximo aconteceu em 1967, quando o controle da água desencadeou uma guerra no Oriente Médio.
Naquele ano, os árabes fizeram obras para desviar o curso do rio Jordão e de seus afluentes. Ele é considerado o principal rio da região, nasce ao sul do Líbano e banha Israel e Jordânia. Com a nova rota, Israel perderia boa parte de sua capacidade hídrica. O governo israelense ordenou o bombardeamento da obra, acirrando ainda mais a rivalidade com os países vizinhos.

Apesar deste quadro vivemos em um país privilegiado.


Quando o assunto é recursos hídricos, o Brasil é muito rico,nosso território detém 20% de toda a água doce superficial da Terra. A maior parte desse volume, cerca de 80%, localiza-se na Amazônia.
É naquela região desabitada que está a maior bacia fluvial do mundo, a Amazônica, com 6 milhões de quilômetros quadrados, abrangendo, além do Brasil, Bolívia, Peru, Equador e Colômbia. A segunda maior bacia hidrográfica do mundo, a Platina, também está parcialmente em território brasileiro.
Mas a nossa riqueza hídrica não se restringe às áreas superficiais: o aqüífero Botucatu/Guarani, um dos maiores do mundo, cobre uma área subterrânea de quase 1,2 milhão de quilômetros quadrados, 70% dos quais localiza-se em território brasileiro. O restante do potencial hídrico distribui-se de forma desigual pelo país. Apesar de tanta riqueza, as maiores concentrações urbanas encontram-se distantes dos grandes rios, como o São Francisco, o Paraná e o Amazonas.
Assim, dispor de grandes reservas hídricas não garante o abastecimento de água para toda a população.
 É também aqui em nosso país que os dados de desperdício são os maiores do mundo.
Cada brasileiro gasta entre 250 e 400 litros de água por dia. Apenas metade disso seria suficiente para suprir todas as necessidades.
O volume é mais que o dobro do considerado ideal pela Organização das Nações Unidas (ONU) fixado em 110 litros/dia. O Brasil também detém o recorde negativo de desperdício de água por habitante em termos globais.
Brasília é a cidade onde foi detectado o maior desperdício de água no país 1000 litros por dia,por pessoa.
Agora você achou isso um absurdo?
Que tal outro dado.
Na África uma pessoa consome apenas 1 litro de água por dia......viu a diferença?
Uma foto que rodou o mundo e que define muito bem a crise da água na África choca quem acha que o problema não existe.
Uma criança se refresca com urina de animal.
Vendo esta foto temos uma idéia da disparidade existente no mundo.
Você acha forte a cena,pois então pense.
Não queremos sensacionalizar,o intuito é chocar mesmo,assim talvez pensemos melhor nas atitudes que devemos tomar em relação ao bem mais importante para a continuação da existência de vida na terra.
Segundo Paulo Costa engenheiro da H²C, só cinco países no mundo apresentam um nível de consumo de água per capita previsto pela ONU: Alemanha, Bélgica, República Tcheca, Hungria e Portugal. O especialista explicou que os resultados alcançados por esses países são fruto da conjugação de tecnologia com informação, educação ambiental e re-educação da população adulta.
Atitudes simples como diminuir o tempo no chuveiro(o chuveiro responde por 46% do consumo de água dentro de uma casa ),pode fazer muita diferença se elevarmos o numero a milhões de habitantes.
Veja por exemplo:

Você pode economizar 16.425 litros de água por ano ao escovar os dentes, basta molhar a escova e depois fechar a torneira. Volte a abri-la somente para enxaguar a boca e a escova.
Ainda segundo Paulo,o que nós tínhamos de água disponível em 1950 é o mesmo que temos hoje, mas temos alguns bilhões a mais de seres humanos. Então, se não pensarmos em controlar a demanda, estamos completamente errados, porque o trabalho que as concessionárias de água e a população como um todo vêm fazendo é de apressar o término dos estoques. A água é a mesma, precisamos é controlar a forma como usá-la – advertiu. "Temos  tecnologia de sobra no Brasil para gerir a demanda da água, que é um bem finito, não renovável e tem um custo elevado de tratamento."
"O que nós vemos como despesa no balanço de uma empresa pode se transformar em receita, por meio da adoção de programas de racionalização de consumo de água".

Segundo Luana Lourenço a perda de cerca de seis bilhões de litros – é suficiente para abastecer 38 milhões de pessoas – acontece entre a retirada dos mananciais e a chegada às torneiras.
Diariamente nas capitais brasileiras o desperdício de água potável equivale a 2.500 piscinas olímpicas (em média 2,5 milhões de litros de água).
EcoDebate, 24/03/2008.
“Infelizmente, o brasileiro acha que como temos bastante água no Brasil, não é preciso economizar. Pelo contrário, temos regiões em que se você dividir o volume de água pela população, podemos considerá-las como áreas de déficit hídrico, como São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo”, explicou o chefe das assessorias da Agência Nacional de Águas (ANA), Antônio Félix Domingues.
Então vamos tomar consciencia e atitude....Nós podemos fazer diferença sim....ou melhor nós somos a diferença.
Você pode passar a mensagem ao seu vizinho,filho,irmão,amigo,conhecido.
Você é um fiscal da natureza.
Vamos cuidar para não faltar...

Obs: O Brasil é o grande reservatório de água do mundo pois  tem a maior reserva hidrológica do planeta . 20  % da água doce disponível estão no Brasil, que perfazem 53% dos recursos hídricos da América do Sul. Cada brasileiro possui, em tese, 34 milhões de litros ao ano a sua disposição, um volume enorme, já que é possível levar vida confortável com 2 milhões de litros ao ano, conforme as estimativas da ONU.

Um grande abraço gente.

Fontes:    portalportovelho/webciencia/ONU/caetenews/prontowash
Continue Reading...

Planeta descoberto em 2007 -Gliese 581 C tem semelhanças com nossa Terra

Outro dia pesquisando e lendo sobre possibilidades de vida fora do nosso planeta,achei uma matéria muito interessante sobre um planeta descoberto em 2007 o Gliese 581 C.

Segundo seus descobridores o planeta tem as mesmas características da nossa querida Terra.
Este planeta orbita a estrela anã vermelha Gliese 581 da constelação de Libra, localizado a 20,5 anos-luz da Terra, aproximadamente 180 trilhões de Quilômetros. A estrela em que gira ao redor possui 1/3 da massa do Sol e emite 50 vezes menos energia. Este planeta aparenta orbitar na zona habitável, tal como a Terra no sistema solar, o que significa que poderá conter água no estado líquido. É o primeiro planeta extrassolar possivelmente habitável encontrado na história e é 50 % maior que a Terra.
Você deve estar se perguntando ai: Se é maior, então beleza é mais espaço,mais água,mais terra.
Existe um porém neste fato.
Existindo uma quantidade maior de gelo ou água,isto influenciará também na sua gravidade que será 1,3 vezes maior que a da Terra.
O planeta pode estar sempre com a mesma face virada para a sua estrela-mãe. Este efeito pode fazer com que o Gliese 581c apresente diferenças de temperatura bastante consideráveis entre a face sempre iluminada e a face em noite eterna. Por outro lado, as partes entre as duas faces podem possuir um clima moderado, mais propício para o surgimento da vida,a chamada Zona de Habitabilidade . Em alternativa, a circulação atmosférica pode redistribuir o calor da estrela de forma mais equilibrada, permitindo uma habitabilidade maior.
Segundo os dados coletados nos estudos a temperatura pode variar entre zero e 40 graus Celsius, ou seja, pode ter água em estado líquido à superfície.
Tendo água,há uma grande possibilidade de haver vida.
Cientistas da NASA disseram que o novo planeta, caso fosse possível, poderia ser alvo de pesquisas tripuladas, já que existe a tendência de que os seres humanos possam sobreviver às condições do novo planeta.
Neste ponto há um novo porém.
A distancia do planeta 20,4 anos-luz de distância.

Quando estava encerrando esta matéria encontrei outro planeta Gliese 581 G descoberto este ano e que é potencialmente habitável.
Então vou resumir a notícia encontrada no site: P20

O Gliese 581g é um dos seis planetas do sistema em torno da estrela Gliese 581 (uma anã vermelha, que fica na Constelação da Balança), tem uma massa três vezes superior à da Terra e parece ser rochoso. Orbita a sua estrela a uma distância que o coloca dentro da chamada “zona habitável”, onde a água poderá existir em estado líquido à superfície do planeta. E tem um diâmetro 1,2 a 1,4 vezes superior ao da Terra, portanto terá gravidade suficiente para conseguir reter a sua atmosfera.

A descoberta, que resulta de 11 anos de observações, foi feita por cientistas da Universidade da Califórnia, Santa Cruz, e do Instituto Carnegie, em Washington. Foi anunciada esta madrugada em comunicado de imprensa, e colocada online, no site de publicação de artigos de investigação da área da física arXiv.org, mas será também publicada na revista científica “Astrophysical Journal”.
Um ano em Gliese 581g dura apenas 37 dias.
As temperaturas à superfície oscilam, por isso, entre o calor escaldante e o frio de enregelar – mas a temperatura média é negativa: -31 a -12 graus Célsius, diz um comunicado de imprensa da Universidade da Califórnia em Santa Cruz. Mas, como terá atmosfera, poderá ter um efeito de estufa capaz de harmonizar melhor as condições na superfície.
A habitabilidade depende de muitos fatores, mas a presença da água líquida na superfície e a existência de uma atmosfera consistente estão entre os mais importantes.
“Nossa descoberta sugere um caso muito convincente para um planeta potencialmente habitável”, disse Steven Vogt, professor de astronomia e astrofísica da Universidade da Califórnia em Santa Cruz. “O fato de sermos capazes de detectar esse planeta tão rapidamente e tão perto (20,3 ± 0,3 anos-luz) nos diz que exoplanetas como este devem ser comuns.”
Estas conclusões foram baseadas em uma longa campanha com 11 anos de observações através do observatório WM Keck, no Havaí. “Técnicas avançadas combinadas com os tradicionais telescópios terrestres continuam a liderar a revolução da busca por exoplanetas”, disse Paul Butler, da Carnegie Institution. “Nossa capacidade de encontrar mundos potencialmente habitáveis agora está limitada pela disponibilidade de tempo de telescópio.”
 O novo Gliese 581 G tem mais semelhanças com a Terra do que o descoberto em 2007.


Para ler aa matérias originais ai vão os links:http://www.publico.pt/Ci%C3%AAncias/cientistas-descobrem-planeta-habitavel-a-20-anosluz-de-distancia_1458804
http://juarezec.blogspot.com/2010/10/gliese-581-c.html

Parabéns ao site tem muita coisa interessante lá gente,aproveitem para conferir.
Fontes: P20/wikipédia/juarezec.blogspot


Continue Reading...

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Ilha Bela uma visita ao paraíso.

Conforme prometido,vamos contar um pouco da nossa estada em Ilha Bela Litoral Norte de São Paulo.
Este lugar é sem sombra de duvida um pedaço do paraíso.
Primeiro vamos descrever um pouco do lugar,afinal não podemos começar nossa história sem dar informações sobre a Ilha.(Agradecimentos ao site Wikipédia)

Descrição
Ilha Bela é o único município–arquipélago marinho brasileiro e está localizado no litoral norte do estado de São Paulo.
Detalhe: é a maior ilha marítima do Brasil.
Com uma população estimada de 25.000 mil habitantes, possui uma das mais acidentadas paisagens da região costeira brasileira, com todas as características de relevo jovem.
Com o aspecto geral de um conjunto montanhoso – formado pelo Maciço de São Sebastião e Maciço da Serraria, além da acidentada Península do Boi –, a Ilha de São Sebastião se destaca como um dos acidentes geográficos mais elevados e salientes do litoral paulista, tendo como pontos culminantes o Pico de São Sebastião, com 1379 metros de altitude; o Morro do Papagaio, com 1307 metros; e o Morro da Serraria, com 1285 metros.

Banhado pelo oceano Atlântico, o município está localizado a 135 quilômetros da capital e a 140 quilômetros da divisa com o estado do Rio de Janeiro. Está situada um pouco ao sul do Trópico de Capricórnio, que passa sobre a cidade vizinha de Ubatuba.
É um dos quinze municípios paulistas considerados estâncias balneárias pelo governo do estado, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual.
Pesquisas arqueológicas realizadas desde o final da década de 1990 mostram que pelo menos quatro das ilhas do arquipélago de Ilha bela foram habitadas muito antes da chegada dos europeus ao Brasil. Isso foi possível graças à descoberta de sítios arqueológicos pré-coloniais denominados "concheiros", "abrigos sob rocha" e "aldeias indígenas".
Em 20 de janeiro de 1502 a primeira expedição exploradora enviada ao Brasil pelos portugueses, comandada pelo navegador português Gonçalo Coelho e trazendo a bordo o cosmógrafo italiano Américo Vespúcio, encontrou uma grande ilha que, segundo o aventureiro alemão Hans Staden, era chamada pelos tupis de Maembipe ("lugar de troca de mercadorias e resgate de prisioneiros"). Essa ilha, assim como fora feito em outros acidentes geográficos importantes, foi batizada pelos membros da expedição com o nome do santo do dia, São Sebastião.
Poderíamos seguir contando mais da história desta maravilha natural,porém vamos resumir.
Em 21 de maio de 1934, o governo paulista realizou, em meio a grave crise econômica pela qual atravessava o país, uma reestruturação na divisão territorial do Estado, quando extinguiu 18 pequenos municípios, entre eles o de Vila Bela da Princesa (cujo nome já havia mudado para Vila Bela), que voltou a integrar o território da Vila de São Sebastião. A extinção do município foi revogada em 5 de dezembro de 1934. Por imposição do governo ditatorial de Getúlio Vargas que baixou o decreto federal nº 2140, o nome de Vila Bela mudou, a partir de 1º de janeiro de 1939, para Formosa. Inconformados, os moradores iniciaram um movimento popular contra o novo nome até que, em 30 de novembro de 1944, o governo estadual baixou o decreto nº 14334, mudando o nome do município, a partir de 1º de janeiro de 1945, para Ilha Bela.
Ilha bela possui um território de 348,3 km² (IBGE) e suas principais ilhas são, pela ordem em termos de área, a de São Sebastião, a dos Búzios, a da Vitória e a dos Pescadores - todas habitadas. Fazem parte ainda do arquipélago os ilhotes das Cabras, da Sumítica, da Serraria, dos Castelhanos, da Lagoa, da Figueira e das Enchovas. A Ilha de São Sebastião - onde fica a área urbana do município - está localizada defronte aos municípios de São Sebastião a noroeste e Caraguatatuba a norte. Com 337,5 km², a Ilha de São Sebastião é a segunda maior ilha marítima do Brasil, superada apenas pela de Santa Catarina, que abriga a maior parte do município de Florianópolis, a capital de Santa Catarina. Em sua orla – com cerca de 130 quilômetros extensão – o relevo desenha reentrâncias e mergulhos, com 45 praias principais e outra dezena de pequeninas praias situadas, irregularmente, ao pé das escarpas.
O Parque Estadual de Ilha bela (PEI) foi criado em 20 de janeiro de 1977, pelo decreto estadual nº 9414, com área de 27,025 hectares, o que corresponde a cerca de 78% do território abrangido pelo arquipélago Ilha bela.
  O mar claro e a mata Atlântica virgem tornam o visual bastante deslumbrante. Além do mar, as mais de 300 cachoeiras também atraem turistas interessados em um momento de tranqüilidade.
Agora que vocês foram apresentados a Ilha, que tal começarmos a contar a nossa aventura ?
Nem sei por onde iniciar...
Vamos lá..
A viagem começa na rodoviária do Tiete(São Paulo),com destino a São Sebastião(Litoral Norte de SP).
Na bagagem,cinco camisetas,três bermudas,sungas,Biquinis......Epa..Biquinis?
Calma,vou explicar é que nossa equipe pra esta viagem era composta de duas pessoas.
Um homem e uma mulher....e que mulher...a nossa belíssima Talita Cunha.
Um casal numa aventura incrível e bota incrível nisso.( Vocês vão entender... há se vão ).
3 horas e 45 minutos depois do início da viagem estávamos na balsa.
É de cair o queixo a vista.
A travessia durou cerca de quinze minutos,cara é muito lindo.
Me senti o Di Caprio no Filme Titanic,com a minha Kate Winslet ao lado(prefiro minha Talita).
Carregávamos duas mochilas, uma delas estava com um monte de pedras..rssss....brincadeira pessoal...
Mas parecia viu....de tão pesada.
Vou contar uma coisa pra vocês,mas todos vão ter de guardar segredo.( é pra turma dos cuecas)
Quando forem viajar,nunca,mas nunca mesmo deixe sua namorada ou esposa fazer as malas(neste caso,mochilas).Da impressão que o guarda roupas vem junto,oh se vem....
Saímos da balsa e caminhamos até o ponto de táxi,que aliás é ao lado da balsa.
Ufa que alívio,é uma dessas lembranças que descansam a mente.
Conhecemos lá o Sr. Nicolau( Figuraça),além de nos levar até a pousada,ainda serviu de guia durante o percurso até a pousada da Feiticeira,lugar aonde ficamos hospedados.
Contou um pouco sobre a ilha,as praias legais,passeios e atrações.
O trajeto durou uns oito minutos( 4 Quilômetros).
Pronto chegamos.
Na recepção fomos recebidos pela Lili,muito simpática e nossa Guru na viagem( a mulher é um guia completo,sabe tudo sobre a ilha).
Vocês não acreditam?
Ela sabe até o horário de cada ônibus que passa nas diferentes direções.
A pousada fica localizada no endereço: Rua Helena Alves de Carvalho, 238 - Portinho - Ilha Bela
O local é muito aconchegante,tranquilo e com um diferencial no atendimento.
Fotos da Pousada,durante o dia

Parece que ao adentrar na pousada você sempre,quando digo sempre é sempre mesmo,você  sente como se estivesse na sua própria casa.
Bom depois deste Merchan,vamos voltar a nossa aventura.
No quarto ajeitamos nossas coisas,tomamos um belo banho e trocamos a roupa.
Hora de papar!
Cara, só vendo e pra ver tem de estar lá.

Imaginem a cena,beira da piscina,calor animal e uma linda mulher.
Nossa Talita estava demais.
Fomos atendidos por amigos,acreditem.

Você acaba fazendo amigos na pousada,principalmente os funcionários,sempre muito educados.
Conversamos um pouco,decidimos os pontos que poderíamos visitar e até ficamos sabendo do viveiro de pássaros ao lado.( Até combinei de no dia seguinte bater algumas fotos lá)
Conversa vai,conversa vem e o sono também....vamos dormir...amanhã é dia de aventura.
Não sei como é o barulho do sono,então vou pular esta parte( os carneirinhos e tudo o mais).
Uahhhhh....isso eu sei fazer...sentiram o clima?
Estou acordando....vai,fala que ta com um pouco de inveja vai...só um pouquinho...
Não vai nem pensar?
Você que sabe....Se não ficar só com uma pontinha que seja, paro a história por aqui...
Viu? É disso que estou falando,aehhhh....gostei,mas você pode fazer melhor,vamos lá se esforce.
Quer incentivo?
Olhe as fotos ai em cima....
Ok,agora esta melhor, me convenceu.
Acordados e muito bem dispostos fomos tomar o café da manhã( no pacote da diária é totalmente grátis).
Vai um bolinho aeh...Um cafézinho com leite quentinho,pãozinho caseiro,queijinho é muito inho....quase não saí da mesa para continuar a nossa matéria.
Café da manhã tomado,vamos a luta( no bom sentido).
Nossa repórter Talita,colocou seu biquíni,vestiu um short e fomos a praia.
No caminho paramos para comprar umas pilhas para a maquina de fotos( pois é esqueci as pilhas).
Mas nada que tira-se o nosso pique.
Foto tirada no trecho da Praia do Julião.
Primeira parada,praia do Julião.
Estávamos caminhando sentido praia grande,quando paramos para comprar as pilhas, aí...pasmem, bem na nossa frente,uma pequena trilha....esta ai da foto.
Ela da acesso a praia do Julião.
Chegamos nos estalamos.
Talita colocou um óculos de sol e tiramos nossa primeira foto juntos na ilha.
Sabe,depois da primeira foto na praia não da pra parar,um clic atrás do outro.
A paisagem é linda,confiram.
Praia do Julião


Muita gente veio curtir a Praia
A vista das  pedras é uma preciosidade

Talita conferindo a vista das pedras
Vamos dar um tempo nas fotos...afinal nossa repórter é uma Indiana Jones de Biquini.

Lá vamos nós pro meio das tão faladas pedras do julião.
Até arrisquei um surf em cima de uma delas.
Falei! vocês não estavam acreditando,não é mesmo?

Surfe a parte,continuamos fotografando o local,entendendo um pouco mais da vida animal junto a estas pedras.
São filhotes de peixes,caranguejos, algas e outras espécies que se escondem entre as pedras da praia.
Filhote de caranguejo,pegando um sol
Tudo ia muito bem,obrigado.
Até que....
Nossa heroína resolve passar de uma pedra para outra....Imagine a cena...antes respire....Respirou?
Talita deslizou na pedra.
Quando percebi o que tinha acontecido,não tive duvida....pensei vou salvar minha Talita...
Cara teve até pose....dessas de filme mesmo.
Pulei na primeira pedra....Chiiii... escorreguei
Mas não desisto nunca,sou brasileiro.
Pensei,ela esta sofrendo,pelo menos foi o que imaginei,afinal era isso que mostrava devido ao barulho.
Pulei de novo.
Isso tudo com a câmera na mão....
Não precisa falar mais nada né....Pois é dei uma de mané..
Meu é muito escorregadio,não da pra parar em pé... e se não da pra parar em pé...não parei...isso mesmo eu voei e como voei...um voo digno das pegadinhas do Faustão.
Socorro.. fui salvar e acabei precisando ser salvo.
Cara vocês tinham de ver a cara da nossa repórter...e o rasgo no meu pé.
Pronto contei...
Que dor!
E quer saber?
Depois de tudo isso fui descobrir que ela só não levantou, porque estava rindo da queda dela mesma.
Da pra entender as mulheres? Até na hora do desespero elas riem da situação.
Na hora pensamos na possibilidade de voltar para a pousada, mas....
Mas o desejo de saber mais sobre a ilha foi mais forte.
Lavamos o machucado,limpamos bem e continuamos a aventura.
Ainda bem.
Dá só uma olhada nas culpadas pela nossa queda!
Que cenário......valeu a pena..ehehe..valeu a pena ehehe...ser pescador de ilusões
Dali depois do susto batemos mais fotos.
Rei da Praia... e um pé machucado
Mergulho é um dos esportes favoritos de quem visita a ilha
Talita curtindo o mar
Todos aproveitando o dia....
Chega de Julião, vamos andar mais um pouquinho?
Fôlego recuperado,continuamos a andança....
Destino?
Praia da Feiticeira!
Voltamos pela trilha e chegamos novamente na estrada.
Sentido Praia da Feiticeira...
Andamos até uma pequena estrada de terra,viramos a esquerda e seguimos em frente.
Eta caminho difícil.....
O pé....ja imaginam....doendo um pouco.
Com uma paisagem desta,não da nem pra pensar em dor
Lugares incríveis,como o da foto acima são comuns na ilha.
 Este é bem ao lado da praia da Feiticeira.
 Talita aproveita pra fazer graça.

 O dia já estava chegando ao fim e a nossa viagem também pois devido ao acidente cômico, tivemos de encerrar esta matéria mais cedo.
Mas as imagens ficam na memória de quem viu ou vê esta maravilhosa Ilha Bela.



 Talita no caminho de volta a pousada.










Ao voltarmos a pousada,fomos tomar outro banho e jantar,além de irmos para a beira da piscina novamente para um jantar especial.
E preparamos a volta a ilha.
Desta vez sem cortes é claro,pois ainda tem muita matéria pela frente.
Deixamos aqui um grande abraço pra todos os nossos leitores.
Um abraço forte e apertado do tamanho da natureza.
Allex Nascimento e  Talita Cunha,fizeram esta matéria no fim de semana do dia 11 e 12( 12 foi o dia da volta forçada),com direito a passagem pelo pronto socorro de São Sebastião,para tomar uma benzetacil e o reforço da antitetânica.
Como não podia faltar,uma foto na beira da balsa

Cara de quem não quer ir embora ao final da matéria.
 Agradecimentos a todos da pousada a Feiticeira.
Obs: Todos os cuidados foram tomados durante a reportagem apesar do humor utilizado para descrever a matéria,inclusive após o corte que foi bem real.
Até a próxima pessoal.
Continue Reading...
 

Blogroll

Desmatamento leva a extinção de espécies.

Desmatar leva à destruição dos ecossistemas e à extinção das espécies que neles vivem. A Ciência identificou até hoje cerca de 1,4 milhões de espécies biológicas. Desconfia-se que devam existir mais de 30 milhões, ainda por identificar, a maior parte delas em regiões como as florestas tropicais úmidas. Calcula-se que desaparecem 100 espécies, a cada dia, por causa do desmatamento! http://www.poupetempo.com.br Este site trás informações para se adotar um animal.

O Reino dos Bichos Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template