diHITT - Notícias O Reino dos Bichos: Outubro 2010 BlogBlogs.Com.Br

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Harrison Ford ...O nosso Eterno Indiana Jones e sua luta heróica para salvar o meio ambiente!



O ator americano Harrison Ford esta no Japão para a Conferência das Partes da Convenção da Organização das Nações Unidas sobre Diversidade Biológica.
Esta conferência reúne representantes de cerca de 200 países. 
Sua principal missão é pedir aos representantes americanos que intensifiquem o papel do país na proteção da natureza, ratificando uma convenção global que trata da luta contra a extinção de plantas e animais e assinem o tratado de 1993 sobre diversidade biológica.
Vale lembrar que os americanos participam do encontro  no Japão como observadores. 
Ford, é vice-presidente da Ong ambientalista Conservação Internacional.
Curiosidade sobre Harrison..O ator  foi homenageado por seu trabalho em prol do meio ambiente e teve uma formiga a Pheidole harrisonfordi  batizada com o seu nome.
Continue Reading...

Alerta sobre os recifes de corais!


A Organização Meteorológica Mundial (OMM),alertou na quarta-feira a perda de cerca de 20% dos recifes de coral, considerados sistemas complexos que incluem muitos animais e plantas.
Em um informe sobre "Clima, Carbono e Recifes de Corais", a OMM afirmou que outros 25% dos corais do mundo estarão ameaçados durante os próximos 100 anos, devido aos efeitos da mudança climática.
Entre os principais fatores que podem prejudicar esses ecossistemas estão o aumento da intensidade dos ciclones e a acidificação dos oceanos, que absorvem excessivas quantidades de dióxido de carbono (CO2) da atmosfera.
A OMM enfatizou ainda que nos recifes vivem 25% das espécies marinhas e que, em términos econômicos, os corais têm um valor anual de US$ 30 bilhões por seu papel na proteção das costas, na produção de alimentos e no turismo.




Que o clima no planeta tem influencia nos seres vivos que aqui residem é fato.
Fenômenos cada vez mais freqüentes tem chamado ainda mais a nossa atenção para fatores até então mencionados apenas em filmes de ficção científica.
Ciclones,furacões,maremotos,Tsunamis tudo acontecendo continuamente em todos os cantos do planeta são
a prova de que tem algo acontecendo por aqui e nós somos os culpados.
Pois a natureza esta apenas respondendo ao nosso ataque.
E os recifes são alguns dos primeiros seres a sentirem estas mudaças ocasionadas na natureza.
Isso tudo não é novidade para os cientistas que observam suas informações sendo ignoradas a muitos e muitos anos.

Não precisamos ir bem longe,em 2008 uma pesquisa alertava o problema.
Veja um trecho da matéria.
"Os corais estão cercados por ameaças em escalas globais e locais. Ameaças locais — que primariamente resultam da intrusão humana — incluem desenvolvimento da costa, sedimentação resultante da erosão e desflorestamento, despejo de esgoto, carregamento de nutriente e eutroização da corrida agrícola, mineiração e captura predatória de animais para comércio e atividades recreacionais"
Em uma escala global, os recifes estão ameaçadas pelas altas temperaturas, que causam o descoramento ou a expulsão de algas simbióticas que provêm os corais com a subsistência, e acidificação oceânica, que causa mudanças em comunidades de recifes tornando mais difícil para os corais formarem esqueletos de carbonato que servem como sua base estrutural. Esses efeitos sinergéticos causam estresse fisiológico, enfraquecendo os corais e deixando-os suscetíveis à infecção por patogenias, incluindo bactérias e vírus. 


Alerta dado pelo amigo do Site Traque Atômico  
Além de falar sobre o que esta acontecendo e conscientizar seus leitores o site  alerta para as várias técnicas de pesca completamente nocivas que envolvem a utilização de compostos perigosos, tais como o cianeto e a dinamite. Esses métodos contaminam as águas, destruindo a  ciclo de vida e os nutrientes que este ecossistema necessita para manter o equilíbrio, provocando conseqüências negativas. Por meio destes métodos de pesca, ocorre a destruição de algumas áreas em que os corais estão se desenvolvendo, e também ocorre a expulsão das algas simbióticas. Como resultado, grande parte dos recifes pode ser destruídos, causando perturbação ao ciclo de vida e de nutrientes de que o ecossistema depende.
A morte das algas zooxantelas, uma alga simbiótica, está se tornando mais freqüente e evidente. Isso pode soar como algo não tão importante (considerando nossa visão de que algas são pragas em lagoas e lagos), mas tem um efeito dominó, que pode derrubar um nível chave do ecossistema de corais.
  As algas são componentes bióticos chaves que vivem em simbiose com os corais. Esses seres fotossintéticos (usam a luz do sol para fixar carbono e gerar energia) tornam o coral como uma fonte essencial de energia, que os fitoplânctons consomem, e a passam para as diferentes espécies de peixes e crustáceos. Estas algas também são responsáveis por compor as vastas e vivas cores dos corais, tornando-os um sítio atrativo para milhares de lares e nidificações de espécies.
   A destruição das algas zooxantelas provoca "branqueamento" e a morte dos recifes de coral e de todo o ecossistema, o que provoca a remoção de habitats e de alimentos que são importantes também para o desenvolvimento de organismos de água doce.
   A pesca demasiada, e a exploração dos corais para fins comerciais e de lazer, estão aumentando, devido a um aumento no interesse comercial em aquários e jóias. Estas ações resultam em morte dos corais mais jovens. 

Continue Reading...

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Parque Nacional Grand Teton.



 As margens do rio Jackson podemos avistar uma das mais belas paisagens do planeta,o parque nacional Grand Teton.
O pico do Grand Teton tem  4.197 metros de altura.
Na mesma cordilheira é possivel avistar outros picos que passam dos 3.700 metros e
dependendo do lado que se vem a cordilheiro do Teton pode passar despercebida.
Bem abaaixo dos picos mais altos esta o rio esta localizado o rio Jenny.
O parque esta situado no oeste do estado de Wyoming, a sul do Parque Nacional de Yellowstone. A sua designação tem origem no nome do pico mais alto das Montanhas Teton, o Grand Teton, com 4 197 m de altitude.
As montanhas foram baptizadas por um caçador francês que as observou do lado de Idaho, chamando-lhes tétons, calão francês para mamilos (referindo-se supostamente à forma dos picos).
O parque nacional foi criado em 26 de Fevereiro de 1929, cobrindo 1 255 km². Existem cerca de 320 km de caminhos no Parque Nacional de Grand Teton.
Há tanto pra se observar no parque que o visitando fica eufórico.
É possivel fazer no parque caminhadas em grupo assessoradas por especialistas em história natural.
Segundo os geólogos,a água é responsavel por tudo.
Dizem que em certa época do passado distante,as geleiras esculpiram os canyons da cordilheira do Teton.
A elevação em volta do lago se chama de morena e foi formada pelo deslocamento de geleiras.
E neste caso específico,a morena reteve parte da geleira que acabou se derretendo e também reteve o solo mais fértil.Esta teoria também explica a vegetação em volta do lago.
O lugar além de ser um sítio arqueológica extraordinário,também é explendido no que se diz respeito a vida animal.
É incrivel ter ao alcance dos olhos lugares como o refugio dos Alces que passam o verão no Parque.
É uma visita inesquecível para quem procura aventura e beleza.
Continue Reading...

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Michael Jackson...Qual o destino dos animais de estimação do Rei do Pop?

Michael amava os bichos,ele tinha uma grande paixão por eles.
Esta frase rodou o mundo em diversas revistas e jornais.
Muito tempo se passou e o assunto ainda gera controvérsias.
Desde a morte repentina de Michael Jackson , tem havido muita especulação sobre a sua vida particular que era totalmente aberta ao publico.
Tudo envolvendo o nome do cantor gera notícia e interesse.
Vamos então falar de seus animais de estimação.
Você sabem que fim levaram?



Bubbles foi o animal de estimação mais famoso de Michael.
Michael resgatou Bubbles de um centro de pesquisas contra o câncer, no Texas, em 1985 quando o bichinho tinha só 3 anos. 


Desde 2003, a coleção de animais de estimação de Michael começou a se desfazer após a batida policial em sua casa em busca de provas no caso em que foi acusado (e inocentado) de abuso sexual de menores.

Em 2007, os últimos animais foram vendidos e adquiridos por Freddie Hancock, da fundação Voices of the Wild. Antes disso Freddie fez alguma svisitas aos bichos em Neverland, mas nunca conheceu o cantor. “Era evidente que havia grande cuidado e amor por esses animais”, disse ela em entrevista ao E!

Reprodução /Reprodução

 Capa da Life nos anos 80

Confira, abaixo, onde estão os principais astros do zoológico particular de Michael, segundo nota do site E!.


Thriller e Sabu (tigres) – Os dois estão em Shambala, refúgio para animais na California administrado pela mãe da atriz Melanie Griffith, a ex-atriz de Hitchcock Tipp Tippi Hedren. "Thriller e Sabu sempre nos lembram de Michael"
Bubbles (chimpanzé) – O macaco com quem Michael chegava a compartilhar o banheiro foi expulso de casa quando começou a apresentar comportamento violento. Em 2005, o animal que hoje tem 27 anos e vive em um santuário de animais da Flórida, no Centro de grandes símios , e parece gostar da vida bastante grande nestes dias.  Seu companheiro favorito estes dias é um chimpanzé de 40 anos de idade chamado Sam.
Rikki (papagaio) – Era a ave favorite de Jackson e hoje está no Arizona, na fundação Voices of the Wild.
Jibóias, dois jacarés, aves exóticas e girafas - Estão em reserva particular no estado de Oklahoma, à espera de tranbsferência para a fundaçáo Voices of the Wild.
Foto do site :virginmedia.com
 "Ben" Uma das músicas mais populares de Michael. É a história de amizade entre homem e animal. 
Esta foi a introspecção em seu amor de todas as criaturas grandes e pequenas.   
Esta homenagem foi para o seu rato de estimação, Ben.
 
Outro grande sucesso de Michael foi "Will You Be There" Tema do filme Free Willy se tornou hit numero um em muitos paises,o filme conta a história de amizade entre uma criança e uma baleia.

Curiosidade: Dia 24 agora em São Paulo se realizará um evento envolvendo o nome do cantor em Prol dos animais.Com a presença de Rodrigo Teaser (cover oficial do Michael Jackson).
Haverá sorteio de DVDs e CDs do Michael Jackson, brincadeiras com as crianças e venda de produtos das ONGs
Toda renda do evento será destinada a instituições de apoio aos animais.
Participação das ONGs “Recanto do Cãozinho Feliz”, “300 Anjos 300 Corações” e “Instituto MADA”.
Organização: ONG “Cure o Mundo” e “SOS Animal e Ambiental”.

Michael Jackson em Prol dos Animais
Quando: 24/10/2010
Horário: das 14h às 21h
Onde: Calhambeque Show – R. Rio Formoso, 25 – Tucuruvi – São Paulo
Entrada: R$ 8,00 ou um pacote de ração
Fonte: www.michael-jackson-lovers.com
Fontes para esta matéria:Ego.globo.com/peaplepets.com/Anda.jor.br
Continue Reading...

sábado, 16 de outubro de 2010

Você já ouviu falar do Parque Nacional de Pacaás?

A primeira vista parece que estamos vislumbrando um grande quadro pintado pela natureza.
O parque localiza-se no estado de Rondônia. O acesso pode ser feito por via aérea, terrestre e fluvial.
Por via terrestre, saindo de Porto Velho, segue-se pela BR-364 até Ariquemes, num percurso de 205 Km, daí segue-se à direita pela BR-421por mais 50 Km até Montenegro e em frente, mais 60 Km até Campo Novo. De Campo Novo até o Parque são mais 40 Km. 
O Parque ainda não está aberto à visitação pública e não possui nenhuma infra-estrutura.
A natureza ali é praticamente intocada.
O parque foi criado em 1979 e tem uma  área de 764.801 hectares.
Foi criado para proteger um importante refúgio ecológico da Bacia Sedimentar Amazônica.
O Parque congrega uma rede de drenagem que apresenta padrão dendrítico e, localmente, radial. Rios e igarapés que nascem nas Serras dos Pacaás Novos e Uopiane, formam corredeiras e cachoeiras de grande beleza, fortemente influenciadas pelo controle litológico. Essa rede engloba as tres principais bacias hidrográficas do estado: Guaporé, Mamoré e Madeira, sendo caracterizada pelas seguintes unidades: Nascentes do Rio Pacaás Novos (tributário do Rio Mamoré, que constitui fronteira natural entre o Brasil e a Bolívia), a sudoeste da serra do mesmo nome. Nascentes dos rios Jaci Paraná (tributário do rio Madeira), e Candeias (tributário do rio Jamari), a nordeste do Parque. Nascentes do rio Jamari (onde se construiu a Usina Hidrelétrica de Samuel, principal supridora de energia elétrica do estado, tributário do rio Madeira), na parte central do Parque. Tributários da margem esquerda do rio Machado, o principal curso d'água da região central do estado, às margens do qual localiza-se Ji Paraná, a segunda maior cidade de Rondônia, a noroeste do parque. Afuentes do rio Guaporé, que é também fronteira natural entre o Brasil e a Bolívia, entre os quais os rios São Miguel e Cautário, na parte sul do Parque.
Sua fauna possui onças-pintadas, bugios, tamanduás-bandeira e macacos-da-noite representando os mamíferos. Entre as aves, estão papagaios, tucanos e araras ameaçadas de extinção,isto citando apenas algumas espécies.
Que dar uma espiada no Parque?


Continue Reading...

Cientistas descobrem novas espécies com ajuda do Google Earth.

Graças aos brothers do Site: Arco da Velha encontramos este post.

galeria_moz_bugCientistas encontraram diversas novas espécies de plantas e animais depois de descobrirem uma área inexplorada no norte do Moçambique com a ajuda da ferramenta de internet Google Earth.
O local foi encontrado quando os cientistas do Jardim Botânico Real de Kew, na Inglaterra, observavam mapas retirados da ferramenta do Google em busca de uma área a mais de 1600 metros acima do nível do mar para um projecto de conservação.
Foi então que eles identificaram uma vasta região inexplorada. O Monte Mabu, como é chamado o local, era conhecido apenas pela comunidade local dos vilarejos ao redor da região.
Uma equipa de 28 cientistas de seis países realizou uma expedição ao Monte Mabu para recolher, registar e analisar as espécies da região.
Entre as novas espécies descobertas, eles identificaram camaleões pigmeus, borboletas, víboras, além de uma rara orquídea e diversas plantas exóticas.
275150_galeria_moz_camaleao2883_galeria_moz_passaro
A equipa recolheu mais de 500 amostras de plantas para análise.
“A fenomenal diversidade é muito impressionante”, disse o cientista que liderou a expedição, Jonathan Timberlake.
Segundo ele, ainda há muitos locais como o Monte Mabu inexplorados ao redor do mundo. De momento, os investigadores estão a trabalhar com o governo de Moçambique para proteger a área descoberta e incentivar a sua conservação pela comunidade local.
Fonte: BBC Brasil

Quer ver mais? É só acessar....Achamos demais o site
http://www.arcodavelha.eu/
Continue Reading...

Você Sabia que?

Apesar de um século inteiro de crescente ameaça ao meio ambiente,o planeta terra tem 41% de sua area inexplorada?
Sim,pode acreditar!
O planeta tem uma grande area intacta e os dados não são antigos não.
Um estudo realizado com centenas de cientistas descobriu que 60 milhões de quilômetros quadrados de terra foram classificados como inexploradas e estão cobertas com pelo menos 65% de vegetação virgem,isto quer dizer que são menos de 4 pessoas por quilômetro quadrado.
São tantos lugares.....
Groenlândia

Canadá

Islandia

As 30 regiões inexploradas são habitados por apenas 2,2% da população da terra.
O equivalente a 144 milhões de pessoas,sem contar com os centros urbanos e mesmo assim a sua extensão territorial gira em torno dos seis maiores países do mundo,juntos.
Da pra imaginar uma area com Brasil,Canadá,China,Rússia,Eua e Austrália completamente preservada?
Estes dados foram revelados pela revista World Watch.....
Só que há um porém.
Ushuaia é a cidade mais próxima da atardida e fica na Argentina

Mais de uma terça parte destas regiões esta coberta de gelo na atartida e apenas cinco destas regiões são protegidas.
Obs:Estamos falando de mais de 1.500 espécies endêmicas e são lar de uma grande concentração de biodiversidade.
Continue Reading...

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Agenda SWU........Vejam as atrações do Festival e escolham o seu dia favorito.

O SWU Music and Arts,  começa no sábado dia 9 e prossegue até segunda-feira dia 11, véspera do feriado.
Trata-se de um dos maiores festivais já realizados no Brasil, com certeza o maior do ano de 2010.
Serão 74 bandas e DJs ao longo dos três dias.

STARTS WITH YOU MUSIC AND ARTS FESTIVAL
Pesqueiro e Pousada Maeda: Rodovia SP-75 (Santos Dumont), km 18, a 90 quilômetros de São Paulo. Como chegar: tinyurl.com/pesqueiro-maeda. Classificação: 16 anos. Ingressos: R$ 210 e R$ 580 (por dia); R$ 570 e R$ 1.680 (pacote para os três dias). Cc: American Express/ Diners/ Hipercard/ Mastercard/ Visa. Cd: Mastercard Maestro/ Redeshop/ Visa Electron. Onde comprar: no Ginásio do Ibirapuera (seg. a dom. 10h/19h); com taxa nas lojas Fnac, pelo 4003-1212 ou pelo www.ingressorapido.com.br 
Então ficam assim os valores:
Pista comum: R$ 105 (meia entrada) e R$ 210 (inteira)
Pista Premium: R$ 290 (meia entrada) e R$ 580 (inteira)
Passaporte:
Pista Comum para os 3 dias: R$ 285 (meia-entrada) e R$ 570 (inteira) - O valor do passaporte é equivalente à soma dos valores dos ingressos avulsos em seus preços promocionais.
Pista Premium para os 3 dias: R$ 840 (meia-entrada) e R$ 1.680 (inteira)

Joss Stone
Rage Against the Machine

Kings of Leon
Queens of the Stone Age
Linkin Park
 A organização criou uma logística para facilitar o acesso ao local, que inclui 50 policiais rodoviários nas proximidades para ajudar na circulação. Quem vai de carro terá dois estacionamentos em Itu, próximo ao lugar dos shows, custando R$30 ou R$50 reais, sendo que o primeiro valor é para veículos com até três pessoas e o segundo é para os que transportam quatro ou mais passageiros. Ambos abrirão às 9h da manhã e um ônibus fornecido pela organização fará o trajeto de meia hora entre o local onde ficam os carros e o lugar do show. Esse ônibus circular custa R$3 por pessoa e parte a cada 20 minutos, entre 10h30 e 4h no sábado, 9, e no domingo, 10; e das 10h30 às 6h na segunda, 11.

Fontes: SWU/Rolling Stones/Época São Paulo






Infografia: Rodrigo Cunha
Continue Reading...

sábado, 2 de outubro de 2010

Capivaras do Rio Pinheiros

Em meio a poluição do rio Pinheiros uma cena chama a atenção de quem passa pela marginal e até mesmo de passageiros que aguardam o trem nas estações localizadas as margens do rio.
Um grande numero de Capivaras que adotaram o rio como lar sobrevivem em meio ao caos urbano e as águas poluídos do velho Pinheiros.

Estes grupos são provenientes do Parque Guarapiranga e do rio Tietê.
Segundo biólogos a poluição do rio parece não atrapalhar a vida destes animais que usam a água poluída para afastar os carrapatos e vermes.
No velho Pinheiros elas encontraram o hambiente adequado para procriar,visto que no local não há predadores naturais.
Cada ninhada pode gerar até seis filhotes.


Várias mudanças acabaram ocorrendo no rio em vista dos animais ali presentes,entre elas as  muretas de proteção que precisaram ser trocadas para proteger os animais que em fuga acabavam sendo atropelados na pista da marginal.
Outro fator é que devido ser permitido alta velocidade na marginal havia riscos de acidentes.
É muito fácil avistar estes animais inclusive fotografa-los as margens do rio.
Segundo um funcionário da Guarda Universitária,observador  das capivaras há 7 anos, uma delas quase não sai da água por causa de uma lesão na pele. O guarda relata ainda que já presenciou tentativas de agressão, como meninos atirando pedras e um homem que se aproximou dos animais com uma lança improvisada em um cabo de vassoura.
Este mesmo funciomário chegou a ligar para o Greenpeace e há 3 meses entrou em contato com a professora da Faculdade de Veterinária Nivea Lopes de Souza para requisitar ajuda, mas até agora não obteve resposta.
Nós aqui da redação do Reino sabemos que nossos irmãos do Greenpeace vão ajudar com certeza nesta causa ,afinal é pelo bem da natureza.
E natureza é vida.



Se você nunca viu as capivaras do Pinheiros de uma espiadinha no vídeo!
Continue Reading...
 

Blogroll

Desmatamento leva a extinção de espécies.

Desmatar leva à destruição dos ecossistemas e à extinção das espécies que neles vivem. A Ciência identificou até hoje cerca de 1,4 milhões de espécies biológicas. Desconfia-se que devam existir mais de 30 milhões, ainda por identificar, a maior parte delas em regiões como as florestas tropicais úmidas. Calcula-se que desaparecem 100 espécies, a cada dia, por causa do desmatamento! http://www.poupetempo.com.br Este site trás informações para se adotar um animal.

O Reino dos Bichos Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template