diHITT - Notícias O Reino dos Bichos: Setembro 2011 BlogBlogs.Com.Br

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Mares,Pulmões do mundo?

 "A base da vida em nosso planeta é a incidência da energia solar sobre os oceanos, criando condições para a fotossíntese se realizar através do fitoplâncton, primeiro elo da cadeia alimentar." Instituto Ecológico Aqualung

O texto acima do instituto Aqualung diz exatamente o que vamos expor agora aqui em nosso blog.
Muito se bateu na tecla durante décadas sobre as florestas em todo o mundo e é claro que elas são importantes para a sobrevivência do homem e de outros seres vivos,mas ao contrário do que se pregou por anos,são os oceanos e não as florestas que absorvem a maior parte do carbono da atmosfera.
Segundo o Inpe,quanto mais fria a água,melhor é o processo de Absorção do carbono.
O que indica que os oceanos são sim os pulmões do mundo.
Ainda de acordo com professores do Instituto de Pesquisas da USP,sendo assim em um momento de saturação os oceanos podem deixar de armazenar e exportar este CO2.
O impacto ecológico seria catastrófico.

A acidificação dos oceanos é um processo que vem se intensificando nos últimos anos e ameaça matar os corais de águas frias e os plânctons fonte fundamental da cadeia alimentar dos seres aquáticos.
Os dados preocupantes em relação a acidificação dos oceanos causados pelo impacto do CO2 recebe bem menos atenção do que a questão do que o aquecimento global,quando estas questões deviam ser analisadas nas mesmas proporções.
As algas, fitoplanctos, que encontram-se nos oceanos são responsáveis por maior parte do oxigênio no planeta e isso se dá porque as algas marinhas produzem mais oxigênio pela fotossíntese do que precisam na respiração, e o excesso é liberado para o ambiente.
consumem gás carbônico para fazer fotossíntese, produzem oxigênio para a respiração de toda a fauna, são Imagine o impacto ambiental causado com a possível extinção destes seres vivos chamados algas?
Veja o quanto são importantes e suas principais funções: São utilizadas como alimento pelos animais herbívoros (peixes, caranguejos, moluscos, etc), filtradores (ascídias, esponjas, moluscos, crustáceos), e animais do plâncton (zooplâncton).
O homem é responsável por seus atos e as vezes precisa ser acordado pela natureza para exercer uma qualidade importante para sua sobrevivência a inteligência.
Tudo começa  e tudo termina a continuidade é dádiva de uma sabedoria aplicada.
Valeu galera um abraço...



Fontes: Algo sobre/Estado SP/USP
Continue Reading...

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Fome na Somália..Uma crise que desperta o mundo para um problema global.


As Nações Unidas declararam oficialmente o estado de fome na Somália.
A seca que toma conta da região a dois anos já dizimou todo o gado, a única fonte de alimento e renda.
Mais de 30 por cento são crianças, entre as 4 milhões de pessoas que foram atingidas pela fome e estão em situação crítica e a a estimativa é de que o estado de fome tende a se agravar ainda mais.
Para se ter uma idéia do quadro estima-se que a mortalidade diária atinge dois sobre 10 mil pessoas.
São quatro países que pertencem ao Chifre da África: Somália, Djibuti, Etiópia e Eritréia.
Isso da um total, de 12,4 milhões de pessoas residentes vivenciando a pior seca em décadas e precisando urgentemente de ajuda humanitária.
Um relatório do Centro de Análise para Segurança Alimentar das Nações Unidas prevê que a fome irá dizimar 750 mil pessoas, principalmente crianças e adolescentes, nos próximos quatro meses, na Somália.

 Sem contar que dezenas de milhares de pessoas já morreram, a metade delas crianças.

É preciso que a resposta mundial seja adequada e imediata para evitar um verdadeiro massacre provocado pela seca e a fome.

Um dos maiores problemas enfrentados pela equipe humanitária atende pelo nome de Al-Shabaab, grupo radical islâmico ligado à rede terrorista Al-Qaeda,que dificulta o acesso de médicos e voluntários.
Continue Reading...
 

Blogroll

Desmatamento leva a extinção de espécies.

Desmatar leva à destruição dos ecossistemas e à extinção das espécies que neles vivem. A Ciência identificou até hoje cerca de 1,4 milhões de espécies biológicas. Desconfia-se que devam existir mais de 30 milhões, ainda por identificar, a maior parte delas em regiões como as florestas tropicais úmidas. Calcula-se que desaparecem 100 espécies, a cada dia, por causa do desmatamento! http://www.poupetempo.com.br Este site trás informações para se adotar um animal.

O Reino dos Bichos Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template