diHITT - Notícias O Reino dos Bichos: Os maiores predadores dos mares....Ontem e hoje! BlogBlogs.Com.Br

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Os maiores predadores dos mares....Ontem e hoje!

Na realidade podemos dividir as criaturas em épocas distintas.
Na antiguidade dois chamavam a atenção o Megalodonte (Uma espécie de tubarão e o Dunkleosteus terrel)
O poderoso predador,que respondia pelo nome de Dunkleosteus terrel e era um placodermo, classe de peixes que tinham placas encouraçadas e articuladas recobrindo seu corpo. Chegava a ter 11 metros de comprimento e podia pesar até 4 toneladas.
Cientistas americanos Criaram um modelo de computador do crânio do Dunkleosteus afirmando que o peixe tinha um extraordinário sistema de músculos e articulações que lhe permitiam abrir e fechar suas mandíbulas cheias de dentes afiados com grande velocidade e força.
O modelo se tem por base  um adulto com seis metros de comprimento e uma tonelada de peso. Ele seria capaz de abrir e fechar a mandíbula em um qüinquagésimo de segundo, auxiliado por uma sucção incrível que arrastava sua presa indefesa direto para seu estômago.
Era capaz de exercer uma força de até 4,4 mil newtons na linha dupla de presas que tinha na ponta da mandíbula e pelo menos 5,3 mil newtons nos dentes de trás, quase duas vezes a força produzida pelo grande branco.
Acredita-se que a criatura com a mordedura mais forte do reino animal é o Tiranossauro rex, que segundo algumas estimativas poderia exercer uma força de 13,4 mil newtons, embora este número seja discutido.
"Esta mordedura é a maior de todos os peixes tanto fósseis quanto vivos e está entre as mais poderosas entre os animais", disse Philip Anderson, da Universidade de Chicago, e Mark Westneat, do Field Museum de História Natural, também em Chicago. "Os únicos registros de maiores forças de mordida são os encontrados em grandes crocodilos e dinossauros", acrescentaram.
O Dunkleosteus viveu no Devoniano tardio, entre 415 e 360 milhões de anos atrás, e provavelmente crescia até dez metros. Ele se alimentava de outros peixes de couraça e tubarões primitivos, portanto a mobilidade e o comprimento de sua mandíbula eram vitais.
Os primeiros fósseis foram encontrados em 1867 no estado americano de Ohio pelo geólogo Jay Terrell. Também foram achados fósseis na Europa e norte da África; essa ampla distribuição geográfica indica que esse animal estaria no topo da cadeia alimentar de seu período, se alimentando praticamente de qualquer animal contemporâneo e ocupando o nicho ecológico dos atuais grandes tubarões.
Já o seu concorrente nesta lista o Calycolpus  megalodon ou megalodonte (dente enorme) foi sem sombra de dúvida o maior predador aquático que já viveu nos oceanos, podia pesar 4000kg e medir de 20 a 30 metros alimentava-se de baleias.Este gigante pré-histórico  viveu há cerca de 16 à 1.6 milhões de anos atrás, mas alguns mantém a teoria de eles foram extintos somente à 10,000 anos atrás. Existe até quem sustente que ele ainda vive nas profundezas dos oceanos.
 O Megalodonte é conhecido principalmente pelo registro fóssil de seus grandes dentes. Como outros tubarões modernos, o esqueleto do megalodonte era formado por cartilagem, e não ossos, resultanto em pouca preservação de suas formas. De qualquer modo, os enormes dentes foram bem-preservados. Os dentes são bem parecidos com o do grande Tubarão Branco e pode medir acima de 168mm de comprimento.
Recentes estudos citados por Roesch sugerem que o Megalodonte é evolutivamente próximo dos modernos grandes brancos. De qualquer modo, um número crescente de pesquisadores disputam esta relação íntima entre o Tubarão-branco com o Megalodonte.
As mais confiáveis estimativas do tamanho do Megalodonte apontam que ele mediria de 12 a 16m pesaria cerca de 60 toneladas.
Existe uma teoria de que os Carcharodon megalodon se extinguiram quando os mares polares ficaram frios demais para tubarões, permitindo as baleias a nadarem fora do alcance dos tubarões durante o verão. Outras explicações são ainda mais simples, sugerindo que qualquer distúrbio prolongado na cadeia alimentar iria liquidar um predador com tantos requerimentos.
O Megalodonte ainda teria enfrentado a "baleia assassina", a Orca (na realidade um golfinho) que apareceu nos oceanos há menos de cinco milhões de anos. Estes animais mamíferos teriam competido com o Megalodonte por alimento, o que pode ter ocasionado uma pobre nutrição ao Tubarão. Neste cenário, o tamanho avantajado teria sido não uma vantagem, mas um grande problema: - Onde achar mais alimentos para estes famintos tubarões?

Você saberia dizer qual é o maior predador do planeta,na atualidade?
A primeira coisa que lhe vem a mente pode ser a famosa musica do filme de Spilberg,não é mesmo?
O grande tubarão branco..... A Grande Morte Branca como foi apelidado
De todos os animais do planeta, nenhum é mais perigoso e temível que o tubarão branco.
“Tem dimensão equivalente à da orca, mas tem dentes mais afiados e está mais bem armado do que ela. Portanto, é melhor predador”.


Além da silhueta impressionante, o que mais apavora as pessoas são os três mil dentes triangulares, serrilhados e muito afiados, de 7,5 centímetros de altura, inseridos nas maxilas em fileiras um pouco inclinadas para dentro. Esse conjunto formidável pode exercer a força de três toneladas por centímetro quadrado numa mordida.
Seu corpo robusto é hidrodinâmico e capaz de nadar a 25 quilômetros por hora. 
Até pouco tempo, acreditava-se que o grande branco enxergava mal. Na verdade, seus olhos têm uma membrana que atua como tela refletora e aumenta a sensibilidade visual. Ele vê no escuro melhor que um gato. Além disso, é o único tubarão que põe a cara fora da água para enxergar: ele é capaz de ver - bem - tanto dentro quanto fora d'água.
Uma das suas armas mais poderosas são centenas de censores elétricos dispostos na parte frontal do corpo, com os quais capta até as batidas cardíacas de um outro animal à distância.
Então, pelo ritmo das pulsações, ele avalia se a vítima potencial está assustada ou tensa, situação em que pode ser dominada mais facilmente. O bote também é uma cena única.
Uma questão curiosa, a esse respeito, é a ausência do bicho nas águas ao sul do Brasil e na Patagônia, onde existem correntes frias e grandes concentrações de focas e leões marinhos. Talvez seja por respeito a outro grande predador, a baleia orca, muito comum nessa última região. Se ficar confirmada, essa hipótese significa que os dois gigantes fazem uma divisão de território. “Orcas e tubarões brancos disputam os mesmos alimentos”, diz o biólogo brasileiro Otto Gadig. “Não é conveniente para nenhum dos dois circular nos mesmos ambientes”.
No caso de ataque a humanos, após a primeira mordida, o gigante costuma perceber seu erro e não volta para o ataque final: 90% dos casos ocorrem por erro de identificação ou invasão de território O problema é que, como já se sabe, apenas uma mordida faz um estrago razoável.
 Verdade,mas até o grande branco tem um predador que é para ele o terror dos mares,pelo menos no que se diz respeito a peixes.
O grande branco sendo predado?
Só pode ser brincadeira não é mesmo?
Não!Não é.....
O grande branco tem um predador que disputa com ele o território nos mares e também é muito famosa em Hollywood e por sinal também atrapalhou a vida de seu ancestral (Megalodonte).
Um dos poucos combates flagrados pelo homem aconteceu em 1997, na costa da Califórnia, nos Estados Unidos. Ameaçada por um tubarão branco de 3,5 metros, uma orca  adulta, acompanhada de um filhote, estraçalhou o inimigo.

" De acordo com a National Geographic ", a Orca  ataca o tubarão.
A Orca tem aprendido a imobilizar o grande branco em um estado chamado de" imobilização tônica ".  E é exatamente a estratégia da baleia no filme parece ter tomado, mantendo o tubarão imóvel até que o sufoca, e em seguida, alimenta-se dele.

Apesar de ser chamada de baleia,a Orca é da família dos golfinhos.
O nome baleia assassina na verdade vem de “assassina de baleias”, já que ela se alimenta de outros cretáceos, incluindo filhotes da enorme baleia azul.
 Uma surpresa não é mesmo?


Fontes: http://www.biologo.com.br/tubarao/especies/megalodonte.html
www.biologo.com.br/tubarao
Wikypédia

14 comentários:

Anônimo disse...

poderia ter mais videos

Anônimo disse...

Observação. Já vi uma orca macho. Segundo biólogos, deveria ter 8 tonelas e medir pouco mais de 9 metros. A barbatana dorsal é impressionante, é do tamanho de uma homem adulto grande. Fiquei surpreso pela largura do animal, é muito mais largo do que um tubarão. Isso me faz pensar o seguinte: Se um megalodon tivesse realmente entre 20 e 30 metros e pesasse 60 tonelas ele seria redondo, portanto se possui apenas trinta metros, no máximo ele poderia ter 20 tonelas para ter um formado hidrodinâmico semelhante ao tubarão branco. Acho que os cientistas exageraram ao no peso do animal. Entretanto, acredito que de todos os superpredadores apenas um sobreviveu, a Orca. Com certeza ela deve ter exterminados todos os outros que significavam risco para ela, megalodons, pliossauro, leviatan e muitos outros, pois hoje, dos gigantes, só ela está viva, é porque exterminou todos. Ah! esse negócio de comparar o grande branco com uma orca é piada. Qualquer um que entende um pouco de biologia sabe que é muito pacionalismo fazer essa comparação. O tubarão branco é presa da orca. Eles não dividem territórios, os tubarões, sejam brancos ou qualquer outros, fogem delas. Essa conversa fiada de dividir território é especulação de cientista que assistiu muitos filmes de Spilberg e foi imbecilmente influenciado. As orcas sempre mataram e matam tudo o que elas desejam, não é o maior, mas é o mais poderoso de todos os predadores que já viveram não no mar, mas no planeta terra. São soberanas, não é um tubarãozinho branco de 3 tonelas que vai fazer com ela se molde. Ela não se molda a tubarão branco, ela caça e come tubarão branco. Simples assim.

Anônimo disse...

Assisti um documentário no link: http://www.mundofox.com.br/br/videos/predadores-pre-historicos/shark-megalodonte/1036735650001/
Esse link fala do megalodon. Muitos estudos foram feitos com os dentes e com uma única parte da coluna dorsal encontrada em condições de fossilização. Depois de muitos estudos, paleontólogos com pouco experiência em dentição de tubarão propuseram um modelo. Na verdade fizeram um protótipo que tínha perímetro total de 3,20 x 3,20 metros. 30 anos depois, um especialista que estudou dentes de tubarões modernos por 40 anos se juntou a um outro grupo de cientistas e com auxílio de tomografia computadorizada estudaram os dentes e a peça da coluna. Como resultado chegaram a um outro protótipo cujo perímetro da arcada aberta chega a 2,20 x 2.30. Bom, abaixou 1/3 da primeira proposição. De toda forma, extimaram o tamanho do animal em no máximo 15 metros e disse que ele poderia ter uma tonelada para cada 30 cm, o que daria um peso total de 48 a 50 toneladas. O raciocínio do colega anônimo acima está correto. Se a literatura diz que uma orca pode ter 8 toneladas em 8 ou 9 metros, 50 toneladas em 15 metros denotaria com certeza um animal redondo. Neste caso ele seria como um pacu gigante, totalmente diferente do formado hidrodinâmico do tubarão branco. Com esse peso todo, uma orca não conseguiria matá-lo, mas ele com certeza não teria velocidade para capturar uma orca. Realmente as orcas devem ter contribuída para a extinção deles, se é que eles eram tão pesados assim. Nessa circunstâncias, as orcas, em bando ou sozinhas, poderiam atacã-los, alimentarem-se de suas barbatanas ou calda, deixando-o o megalodon seriamente ferido sem condições de sobreviver. Entretanto, acredito que se é que esse tubarão realmente existiu, e ele se parece em formato com o grande branco. Se ele tínha 15 metros, sua arcada dentária com certeza não passava do dobro do que tem hoje um grande branco. E ele provavelmente não teria mais que 20 toneladas. Ou seja, mesmo assim não seria páreo para uma orca.

Anônimo disse...

Como o tubarão branco moderno é menu de orca, os cientistas querem propor um super ex branco, pré-histórico, superior a ela. É dona ORCA, você ta com o ibope alto realmente. Querem forçar a existência de um super animal para ofuscar você né. Talvez, esse grande branco veio de Kripton, ou é um sayajim, parente do Goku. É dona ORCA, prestígio é pra quem pode né.

Anônimo disse...

Sensores elétricos especializados em captar campo elétrico de orca. Mordida de 1,8 toneladas. Velocidade de 60 km/h. É claro que o branco ganha.

Anônimo disse...

É claro que ganha. Ganha organização no cardápio. O tubarão é servido como entrada, ou como prato principal? eis a questão.

Anônimo disse...

A orca é duas vezes maior e três vezes mais pesada que um tubarão branco. Possui sonar que embora não tenha a eficiência dos sensores elétricos do tubarão, são suficientes para que ela perceba qualquer coisa em tempo hábil para planejar algo. Os dentes não são numerosos nem afiados quanto os dentes do grande branco, mais são maiores, mais espessos e mais residentes, e apesar de serem rombudos, fazem parte de uma arcada duas vezes maior que a do tubarão e provocam um mordida bem mais devastadora. Possui inteligência e várias formas de caçar tubarões brancos. São maiores e mais fortes, são velozes, fazem muito mais manobras e pulam bem mais alto, ou seja, tem muito mais propulsão. Abatem presas maiores que os tubarões, portanto, são superiores aos grandes brancos. Matam brancos. NOS TEMPOS MODERNOS, A ORCA É SEM DÚVIDA O MAIOR PREDADOR DO PLANETO. Acerca da evolução, mantem-se vivas as espécies mais bem adaptadas, armadas e poderosas. Com certeza é o maior predador de todos os tempos mesmo.

Anônimo disse...

O tubarão é mais charmoso, mais bonito, mais elegante. Todos conhece o tubarão branco, e nem todos conhecem a orca. Se você fizer uma pesquisa sobre quem é o maior, perguntando, o tubarão vai ganhar de 80 a 20 por que a humanidade prefere o tubarão. O tubarão ganha por isso.

Anônimo disse...

O efeito que Spielber fez com que o tubarão provocasse nas pessoas, o mesmo efeito que a orca fez no tubarão. MEDO. Tubarões temem orca. ISSO É REAL. Isso aqui não é democracia, é realidade. O fato do povo querer não quer dizer nada. A orca ganha porque é superior.

Anônimo disse...

O tubarão é melhor armado. Sem dúvidas. Mas as armas que ele possui não dispensa o confronto físico. O tubarão branco não conseguiria matar uma orca a distância. Pra tentar fazer isso, ele tem que se aproximar, ser furtivo, golpear, morder, em fim, alinhar-se com a orca. Justamente nesse alinhamento de proximidade que ele perde. As armas do tubarão branco lhe dão maior potencial para caçar pequenos e médios mamíferos marinhos. Para um combate, de nada serve essas armas. De nada serve os sensores elétricos se ele jamais conseguirá emboscar uma orca, devido o sonar das mesmas. De nada serve 3 mil dentes mordendo a 1,8 toneladas se ele não conseguirá morder, e se conseguir não será suficiente para matar uma orca que possui resistência para suportar golpes de calda de balaia azul, portanto, não é mordida de peixe que irão matá-las. Num confronto físico entre o branco e orca, as armas são menos importantes do que a força e principalmente a inteligência das orcas.

Anônimo disse...

Vamos ver
TUBARÃO branco: é solitario( calca sozinho).
Orca:calça em dubra.
INTelingeçia:A orca tem muito mais, pq tem um cérebro muito mais densenvolvido do que qualquer animal do mundo nao só a um peixinho. fala verdade inteligencia muito mais qualificaddas.
é maluqyese acha que um tubarao seja capz com uma orca,na verdade ele temem de medo delas e fogem.
os tuberoe tem mas dentes, mais nao precisao que arca tem, e se uma orca chega a ser modida por um tubarão nunca ela moreera e nem se ferrira,
é só comprara orca pd chegar ate 9- 10 metros ainda se ouve fala que tem orcas de 13 metros, e 6 10 tonelada e tubarao 5 a 7 metro e 2 e meia toneladas,...
burros sem noçao quem diz que um tubarao gangha de uma orca, mesmo se ele fosse maior e pessase mais, não consequiria matar um orca pow caso de sua burriçe. orcas calça em grupo e estrazaria ele em um segundo.

Daniel on abril 17, 2012 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel on abril 17, 2012 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

e so para acabar manda um tubarão fazer isso que ta nese site;
http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=VV5a1Pu3SYc

Postar um comentário

A sua opinião é muito importante...

 

Blogroll

Desmatamento leva a extinção de espécies.

Desmatar leva à destruição dos ecossistemas e à extinção das espécies que neles vivem. A Ciência identificou até hoje cerca de 1,4 milhões de espécies biológicas. Desconfia-se que devam existir mais de 30 milhões, ainda por identificar, a maior parte delas em regiões como as florestas tropicais úmidas. Calcula-se que desaparecem 100 espécies, a cada dia, por causa do desmatamento! http://www.poupetempo.com.br Este site trás informações para se adotar um animal.

O Reino dos Bichos Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template